INDENIZAÇÃO – GOVERNO AINDA NÃO CUMPRI U O PROMETIDO E TENTA DEIXAR 845 MILITARES FORA DO ACORDO

0
Print Friendly, PDF & Email

O pedido de homologação do acordo encaminhado pelo Governo, até ontem (03/11/09),  não tinha sido  homologado pelo Tribunal de Justiça.

Pelo pedido de homologação encaminhado pela PGE ao TJ-TO, o Governo só incluiu os nomes dos Militares representados pelos Advogados Dr. Cícero Tenório Cavalcante e  Dr. Hélio Miranda. Excluindo todos os outros Advogados que tinham procuração no processo, dentre eles o Dr. Roberto Lacerda, advogado da ASMIR. 

Pela decisão do governo ficaram fora 845 militares da ativa, reserva e pensionistas, dentre estes,  os  que têm o Dr. Roberto Lacerda como procurador.

Essa decisão do Governo é Administrativa e a Asmir aguarda uma audiência com o Governador Carlos Henrique Gaguim para tentar uma negociação. Enquanto isso, o O Dr. ROBERTO LACERDA, entrou junto ao Tribunal de Justiça, com recurso pedindo homologação do acordo para os militares e pensionistas seus representados.   

 Diante destes fatos, a ASMIR convoca todos os Militares da ativa, reserva e pensionistas  representados pelo Dr. Roberto Lacerda, para participarem de uma assembléia geral a ser realizada na sede da Asmir, às 09 horas do dia 06 de Novembro de 2009. Onde  será deliberado sosbre essa decisão do Governo.