NOTA DE ESCLARECIMENTO

31/10/2016 - 14:16:05

Senhores e senhoras associados,

 

Alguns esclarecimentos sobre as conversas que vêm ocorrendo no grupo ASMIR, especialmente sobre a ampliação do hotel de trânsito da ASMIR, em área cedida pela Associação dos Oficiais, cuja gestão e administração serão sempre compartilhadas entre as Diretorias da ASMIR/AOMETO.

 

       Primeiramente, vale esclarecer que não se trata de um novo hotel, e sim de uma ampliação (extensão, anexo, etc.,), objetivando aumentar a capacidade de hospedagem do atual hotel, que hoje conta com apenas 14 apartamentos e na maioria das vezes não atende a demanda, pois constantemente associados ficam sem ser atendido por falta de vagas, o que resulta em insatisfação dos mesmos.

 

      A parceria com a associação dos oficias, vem sendo discutido e analisando há vários anos, desde o tempo de quando era presidente da AOMETO, o TC Corsini, levando se em consideração a necessidade de um terreno de no mínimo 6.000m² (seis mil metros quadrados), para que possamos ter estacionamento e outros anexos indispensável as necessidades de hoje e as ampliações futuras.

 

      Como é do conhecimento de todos, um terreno desta dimensão e localizado no centro de palmas, custa milhões, e tanto o Estado como a Prefeitura, quando procuramos, disseram que não teriam mais áreas com essa dimensão e localização adequada, disponível para doação. Que essa parceria foi discutida e avaliada em várias reuniões interna da Diretoria da ASMIR e da diretoria da AOMETO, bem como, em assembleia geral de ambas as Entidades.

 

      Na ASMIR, em Assembleia Geral Ordinária, realizada no dia 26/03/2015, no Restaurante Ecológico de Palmas, por ocasião da aprovação das contas de 2014, e da posse da Diretoria para a atual gestão, essa parceria ASMIR /AOMETO, foi realmente discutida e não aprovada, ficando para ser novamente apreciada em outra oportunidade.

 

      Na ocasião, se manifestaram contra a parceria dentre outros, o Sd PM Ref.  Hearley Roger Moreno, integrante do Conselho Fiscal da ASMIR, o vereador de Gurupi Cabo Carlos e o ST PM RR Pedro Tranqueira da Silva, inclusive este último se comprometeu em conseguir uma área adequada com preço compatível para aquisição pela ASMIR, mas, no entanto, essa promessa não foi concretizada.

 

       Na Assembleia Geral Ordinária deste ano, também realizada no Restaurante Ecológico de Palmas, no dia 17/03/2016, onde foi aprovado as contas do exercício 2015, dentre outros assuntos, a parceria ASMIR/AOMETO, foi novamente discutida, tendo na ocasião o Sd Roger Moreno, mais uma vez se posicionado contra, fazendo alguns questionamentos, tais como:   documentação da área e se o Clube da AOMETO, seria também utilizado como o Clube dos associados da ASMIR.    

  

      Sendo esclarecido, que no momento, a parceria ASMIR/AOMETO, garantia o uso do clube, piscina e outros serviços apenas para os hospede do hotel e a questão de documentação da área seria resolvida com um contrato de “Cessão em Comodato”, entre as Entidades parceiras, por um período ainda a ser definido, até porque toda a área do Clube, ainda não está escriturada (não possui documento).

 

      Superados esses e outros esclarecimentos, a parceria foi colocada em votação e aprovado pela maioria dos presentes, ficando a Diretoria da ASMIR autorizada pela assembleia, para elaborar os projetos, firmar o contrato de parceria e praticar todos os demais atos em conjunto com a AOMETO, necessárias à execução das obras de expansão do hotel ASMIR, cuja Gestão e administração será sempre compartilhada entre as Diretorias ASMIR / AOMETO.  

 

        Observação: nesta assembleia de aprovação ocorrido no dia 17/03/2016, o ST PM RR Tranqueira, não estava presente.

 

 Da parceria ASMIR/OMETO. Primeiramente um esclarecimento (há três anos iniciou-se a procura de um terreno com dimensão e localização adequada à expansão/ampliação do Hotel ASMIR, primeiro a ASMIR procurou a ASSPMETO - Assoc. dos Sargentos, e propôs à parceria, entretanto, a proposta foi rejeitada pelos associados da ASSPMETO na época), aí, iniciamos as tratativas com a AOMETO, e ultrapassado todos as duvidas e questionamentos tanto na ASMIR, quanto na AOMETO, a parceria se encontra aprovada em ambas as Entidades.

 

  A insistência na parceria ASMIR/AOMETO, é em decorrência de várias razões lógicas, aqui citamos as principais:

 

 a)    ASMIR foi criada para ser uma Entidade de militares ativos, inativos e seus pensionistas, independentemente de posto ou graduação e para os que não sabem é só olhar no final do estatuto e ver a composição e as pessoas que idealizaram e criaram a mesma.

 

 b)    Atualmente a ASMIR tem, e sempre teve uma Diretoria e os demais órgãos deliberativos constituídos por Praças, Oficiais e Pensionista, e hoje, consta em seu quadro de 1.129 associados, sendo 490 Oficiais, bem como, muitos destes Oficiais são associados à ASMIR e à AOMETO. E nesses 14 anos de existência da ASMIR, nunca foi registrado nenhum ato de menosprezo ou desrespeito a qualquer Praça por Parte dos Oficiais, inclusive quanto a preferencia no agendamento dos apartamentos, portanto, entendo e está provado ser perfeitamente possível uma convivência social e harmoniosa, entre Oficiais, Praças, Pensionistas e seus familiares.

 

 c)    Como já dito anteriormente, um terreno que venha atende as necessidades atuais e do futuro da ASMIR, custa muito caro, e se fossemos opinar para comprar esse terreno, até poderíamos comprar, só que vamos gastar todos os nossos recursos disponíveis, o que significa na prática, retardar por muitos anos ainda a ampliação do hotel, e assim, deixaríamos de atender uma necessidade atual, adiando a mesma para um futuro muito distante, a depender de quando se conseguir outros recursos e da visão de quem estiver administrando a Entidade, além do mais, também adiarmos outros investimentos já planejado pela ASMIR, para serem investidos no interior do Estado. Uma das regiões do Estado que já tem investimento planejado, é Araguaína, justamente por ser a região do interior com maiores números de associados, e também por ser estratégica para atender os associados das demais regiões do norte do Estado.

 

 d)     Para iniciarmos os investimentos, na região de Araguaína, estamos dependendo apenas, da doação da área (chácara do 2º BPM), localizada as margens da rodovia Araguaína/Filadélfia e do ribeiro jacuba, cujo processo de doação já conta com aval da associação dos militares do 2º BPM e do comado daquela unidade, bem como, do atual comandante geral Cel Glauber, portanto, deve ser concretizado no início do próximo ano.

 

 e)    E como o investimento planejado para Araguaína é de grande porte, a ASMIR já fechou parceria novamente com a AOMETO e está fase de finalização com a ASSPMETO, além de está aberta a parceria com outras associações militares da região que queiram participar e em conjunto construírem em um complexo balneário, contendo: salão de eventos, pousadas, restaurantes, Stand de Tiro, e outras obras a ser definida e priorizada, especialmente pelos associados de Araguaína e região.

 

O projeto de expansão do Hotel ASMIR/AOMETO, está planejado para ser construído em vários anos, inicialmente, tem sua conclusão total prevista para o ano de 2030, a depender da vontade dos associados e das administrações futuras. No entanto, é sempre bom lembrar que o futuro a “Deus pertence”.

 

O planejamento da ASMIR é para construir e inaugurar até o final de 2017, apenas a primeira etapa de expansão do Hotel, contendo: sala de recepção, cozinha, refeitório para café da manhã, 20 apartamentos e um quiosque de tamanho médio, com bar e cozinha para servir pequenas refeições, para ser utilizados pelos os hospedes do hotel, nos fins de tardes e início de noites.  Já as principais refeições, serão servidas no restaurante principal que será administrado pelo AOMETO.

 

Para Araguaína, a ASMIR planeja juntamente com a AOMETO e a ASSPMETO, investimentos suficientes para a construção de um salão de evento e a revitalização do balneário até o final de 2017, cujas obras serão iniciadas logo após a transferência do terreno do 2º BPM para as associações parceiras.

 

 Quanto aos comentários no grupo do nobre associado Cel BM RR Luzinesio Rocha e outros, imaginam que seja talvez por terem pouco tempo de associados, bem como não participarem das reuniões de planejamentos e trabalho da diretoria, e nem comparecerem às assembleias da Entidade, onde se faz as deliberações e aprovação do que deve ou não ser feito pela ASMIR, esclareço o seguinte:

 

a)           ASMIR em toda sua existência sempre foi administrada de forma democrática, com seriedade, transparência e com a participação de todos.

 

 b)           Quanto a instalação de subsedes da ASMIR no interior do Estado, também esclareço ao Cel. Rocha e aos demais, que até hoje, a ASMIR, nunca recebeu nenhum documento, de um só associado, ou de um grupo de associados, e até mesmo do próprio associado Cel Rocha, reivindicando e justificando a necessidade de instalação destas sedes, para que se possa primeiro, avaliar o “custo benefício” destas, e em segundo, planejar e aprovar em assembleia, a implantação e funcionamento das mesmas. No entanto, a ASMIR estará sempre a disposição para receber e dentro do possível atender as reivindicações dos associados.

 

 c)             A ASMIR desde sua fundação, sempre utilizou a representatividade de seus associados para reivindicar diretos comuns a todos e nunca se prestando a fins politiqueiros.

 

 d)            Que desde a criação da ASMIR, sou presidente, até por que na época das eleições nunca apareceu nenhuma outra chapa concorrente, porém, posso garantir que nunca trabalhei e nem agi para impedir qualquer associado se candidatar ou apresentar chapa concorrente.

 

 e)            Também, esclareço que as eleições sempre ocorreram de forma democrática de conformidade com o Estatuto e a legislação vigente, e como todos sabem e já venho divulgando, meu atual mandato termina em 28/03/2017.

 

 f)              Que as eleições para todos os cargos da Diretoria Executiva, Concelho Fiscal e dos Representantes Regionais, será realizada no próximo mês de março, cujo edital será publicado em data oportuna, dentro do prazo legal de forma a possibilita a todos a associados que queiram se candidatar, apresentarem suas chapas.

 

 g)            Também quero informar a todos os associados, que já tomei a decisão de que mais uma vez, vou me candidatar a presidir a ASMIR por mais um mandato, até para que eu possa executar os projetos já planejados e aprovados em assembleia, no entanto, tenho plena consciência que essa minha pretensão, só será possível se aprovada pela vontade da maioria dos associados, e da mesma forma estou preparado para entender e aceitar qualquer outro resultado que a maioria  definir.

 

            Finalmente, esperando ter esclarecido eventuais dúvidas ou as razões de tantos questionamentos nos últimos dias a respeito de minha permanência na presidência da ASMIR e a ampliação do Hotel de trânsito na área cedida pela AOMETO, especialmente para aqueles que por morarem distante, e serem recém-associados, ou devidos não participarem das reuniões de trabalho e assembleias, tenham dúvidas quanto à boa intenção e as reais propostas da parceria ASMIR/AOMETO, e num futuro próximo com outras associações militares que interessarem. No mais, a ASMIR estará sempre à disposição de todos.

                

A seguir: foto da maquete do projeto de ampliação do Hotel/ASMIR – primeira etapa.

 

 
 


 

 Foto da maquete do Hotel quando concluído. Conclusão prevista para 2030.

 

 

 
 
 
 
 

 

 

Artigos

=COMISSIONADOS=

12/12/2016 -


Acessos: 7732159                                                                                   Usuários Online: 14