O Projeto de Lei que reorganiza as Polícias Militares e os Corpos de Bombeiros Militares dos Estados e do Distrito Federal foi pauta de discussão da videoconferência realizada nesta sexta-feira, 31, entre os representantes militares estaduais do Tocantins e Roraima. O presidente da Associação dos Militares da Reserva, Reformados e Pensionistas do Tocantins, – ASMIR, Cap. PM R/R, Raimundo Sulino, o Cel. QOPM R/R Joaidson Torres de Albuquerque e do Cel. QOPM R/R, Raimundo Nonato Dias de Sousa, respectivamente, Vice-presidente e Secretário da entidade acompanharam e participaram da conferência online, na sede da ASMIR.

Durante a videoconferência virtual, os representantes militares estaduais do Tocantins apresentaram algumas sugestões que poderão ser incorporadas ao novo texto da Lei Orgânica dos Militares Estaduais –PPMM/BBMM que altera o Decreto-Lei 667, de 2 de julho de 1969.

Dentre as propostas defendidas pela ASMIR estão a inclusão no Projeto de Lei, quadros de praças especialistas músicos e saúde. E ainda sobre os postos de graduações dentro da proposta de criação do Posto de Oficial General de Polícia Militar e de Bombeiro Militar, a entidade apoia a criação desde de que este seja definitivo ao assumir a função de Comandante Geral, sendo transferido para a reserva após ser exonerado, conforme a Lei.