A Associação dos Militares da Reserva Reformados e Pensionista do Estado do Tocantins – ASMIR é amiga parceira na construção do Hospital de Amor em Palmas e nesta quarta-feira, 7, o presidente da entidade, Capitão Raimundo Sulino, membros da Diretoria, o Vice-Presidente da ASMIR, Coronel Albuquerque, e o Coronel Benício, Presidente da Fundação Pro-Tocantins, visitaram as obras do hospital.

O Presidente e os Diretores da ASMIR foram recebido pelo Engenheiro da obra Gustavo Buza e pela Arquiteta Monica Avelino Arrais, idealizadora do Projeto do Hospital de Amor de Palmas e também Assessora do Dr. Henrique Prata, Presidente do Hospital de Amor de Barretos, para realizarem uma visita guiada, com objetivo de conhecer detalhes das futuras instalações da unidade de saúde, que será referência no Tocantins e região Norte do País, no tratamento e prevenção do câncer.

Inicialmente, a visita aconteceu pelas três carretas que, já totalmente providas e equipadas, serão utilizadas para fazer o atendimento em todos os municípios do Estado, com os serviços preventivos de consulta e diagnóstico do câncer ainda no início.

Os Diretores da ASMIR, guiados pela Arquiteta Monica Avelino e pelo Engenheiro Gustavo Buza, tiveram a oportunidade de conhecer o Hospital e ver o andamento da obra, além de receberem um panorama de como o hospital ficará depois de pronto e quais os serviços serão disponibilizados aos pacientes, no que se referem à prevenção e ao tratamento do câncer. “Estamos satisfeitos em contribuir com esse projeto”, destacou o presidente da Asmir, Capitão Sulino.

 

Hospital de Amor

O Hospital de Amor, anteriormente conhecido como Hospital de Câncer de Barretos é uma instituição de saúde filantrópica brasileira especializada no tratamento e prevenção de câncer com sede em BarretosSão Paulo. A unidade que está sendo construída em Palmas segue os mesmos padrões de excelência no tratamento e prevenção do câncer, e será referência no Tocantins e Região Norte do Brasil. As instalações ocupam uma área de 54 mil m² e, no total, terá 25 mil metros de área construída, onde atuará uma equipe de 700 funcionários e 190 médicos. A primeira etapa da Obra está prevista pra ser inaugurada no início do próximo ano, com 6 mil metros m² de área construída.