O departamento Jurídico da Asmir acaba de conseguir novas sentenças e liminares nos processos de redução de contribuição previdenciária cobrada indevidamente pelo IGEPREV.

Desta vez, as sentenças e as liminares irão favorecer oito associados da ASMIR, que entraram na justiça por meio de processos individuais. Os beneficiados são da maioria da capital Palmas e um deles de Araguaína, no norte do Tocantins.

O Jurídico da Asmir, reforça que esta decisão ainda cabe recurso.