DATA BASE – GOVERNO PROPOE REAJUSTE PARA O FUNCIONALISMO PÚBLICO.

2
Print Friendly, PDF & Email

Na noite de ontem, dia 1º de outubro de 2009, a equipe econômica do Governador interino Carlos Henrique Gaguim, convocou os sindicatos e associações representantes do Funcionalismo Público Estadual para discutir o reajuste da categoria – Data Base.

Inicialmente o governo com base no crescimento das receitas livre do Estado, ofereceu reajuste de 3,59%, contra a proposta já apresentadas pelos sindicatos de 7.64%. Durante as discursões, o Governo admitiu aumentar o índice para 5%, que seria o INPC dos últimos dozes meses de 4,47% e mais um ganho real de 0,53%. A reunião encerou sem acordo.

  Uma nova reunião com a equipe econômica do Governo foi marcada para as 18h00min desta sexta-feira. Os sindicatos irão se reunir ás 15h00min desta sexta-feira na sede do SISEPE (Sindicato dos Servidores Públicos do Estado do Tocantins) para discutirem e aprovarem uma contra proposta a ser apresentada. O índice de reajuste deverá ficar entre os 5%, oferecido pelo Governo e os 7,64%, pedido pelos sindicatos. 

O índice de reajuste anual, proposta pelo Governo na data base, objetiva  corrigir apenas as perdas inflacionárias medido pelo INPC dos últimos doze meses, e quando possível conceder ganho real, sendo igual para todo o funcionalismo público do Poder Executivo. 

O reajuste em função da data base, não resolve a defasagem salarial dos militares tocantinense.  Sendo assim as Associações Militares irão continuar cobrando do Governo do Estado, um reajuste salarial diferenciado para a categoria, a vigorar a partir do próximo ano, conforme proposta já encaminhada pelos comandos da PM/BM e prometido pelo próprio Governador interino Carlos Henrique Gaguim.

  INDENIZAÇÃO DOS MILITARES 

Conforme já anunciado, o Governo está fazendo as últimas conferências e o pagamento da 1ª parcela está previsto para os próximos dias, devendo ocorrer em folha separada até o dia 15 deste mês.