Governo promove 1.727 PMs e bombeiros militares no Tocantins; 150 irão para reserva

98
Print Friendly, PDF & Email

O governador Mauro Carlesse participou nesta segunda-feira, 22, de solenidade no Quartel do Comando Geral da Polícia Militar, em Palmas, em que foram promovidos 1.727 policiais militares e bombeiros (PM/BM) por critérios de merecimento e antiguidade e escolha, destes 150 passam para reserva.

De acordo com um estudo feito pela Polícia Militar do Tocantins (PM), cerca de 1.541 policiais serão promovidos (303 oficiais e 1.238 praças) e 144 irão para a reserva. O valor economizado, segundo o Governo do Estado, com os policiais militares que vão para reserva dará para pagar a promoção dos demais PMs e ainda haverá um superávit de cerca de R$ 4 milhões.

Em relação aos bombeiros, serão promovidos 186 e oito irão para a reserva, desonerando a folha de pagamento do Estado em cerca de R$ 230 mil por mês. Segundo o Corpo de Bombeiros, os militares que vão para reserva pertencem ao efetivo administrativo, não reduzindo assim o efetivo operacional de atendimento nas ruas.

O Governo do Estado aguarda o seu enquadramento dentro da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) e a regularização de suas finanças para implementar os valores na folha de pagamento dos militares e negociar os passivos. Dentre as medidas executadas pelo Executivo para o saneamento das finanças está a Reforma Administrativa, que entrou em vigor no último mês de fevereiro, revisão de contratos e a contenção de gastos com diárias, água, luz, telefone e materiais de expediente.

Segundo o governador Carlesse, as promoções foram concedidas dentro da legalidade e representam o resgate de um compromisso com as duas corporações. “É um compromisso que cumprimos com a nossa PM e o nosso Corpo de Bombeiros. O meu compromisso é fazer com que as demandas sejam atendidas e garantir os direitos dos nossos militares”, disse afirmando ainda que as duas corporações tocantinenses são as melhores do Brasil e orgulho para os tocantinenses.

De acordo com os comandos da PM e o Corpo de Bombeiros, a realização das promoções é essencial para o funcionamento e fortalecimento das corporações, já que postos e graduações são definidos em lei como critérios para ocupação de cargos efetivos, bem como, de comando, chefia e direção.

Concurso Público da PM

Com o anúncio do cancelamento do concurso da Polícia Militar na terça-feira, 16, em razão da comprovação de evidências de fraudes, o Governo do Estado segue na organização de um novo certame que deverá ser anunciado ainda neste ano.