Este ano, a Asmir completa 20 anos de criação vamos relembrar aqui um pouco da história da nossa entidade?

A Asmir, com sede em Palmas, é a primeira associação em Palmas, que abriga militares inativos e pensionistas da Polícia Militar do Tocantins, foi fundada em 19 de outubro de 2002.

Para nos situarmos na história é necessária uma retrospectiva que remonta a primeira Assembleia Geral de criação da entidade realizada no Colégio Vinícius de Morais e na ocasião, os sócios fundadores aprovaram o primeiro estatuto da associação e nesta mesma assembleia foi eleita a primeira Diretoria Administrativa e Conselho Fiscal da Associação.

O Capitão PM R/R Raimundo Sulino é eleito o primeiro presidente da entidade.

Na sua fundação em 2002, a associação foi criada com o nome de ASMIPETO – Associação dos Militares Inativos e Pensionistas da Polícia Militar do Estado do Tocantins e em 2006 foi denominada Asmir.

Segundo, o presidente Capitão Sulino, a Associação nasce com apoio dos associados inclusive alguns deles com mandatos eletivos tanto na Assembleia Legislativa como nas Câmaras de Vereadores de Palmas e dos municípios do interior do Tocantins. A entidade surge com vários objetivos “lutar pela melhoria de salários dos militares ativos e inativos e pensionistas e “defender os direitos dos sócios e 20 anos depois, nós conseguimos restabelecer muitos direitos que no início não eram respeitados, destaca Capitão Sulino”.

Em 2004, a ASMIPETO publicou o Jornal da entidade, na primeira edição você poderá acompanhar a trajetória da Asmir e as principais reivindicações da  época:

No link abaixo você confere as reivindicações da época.

JORNAL.ASMIR.01

Leia:

  • ASMIPETO TRAZ MELHORIA AOS PM,s INATIVOS
  • PENSIONISTAS TAMBÉM SÃO INCLUÍDOS NOS BENEFÍCIOS;
  • A ASMIPETO RECEBE APOIO DE PARLAMENTARES/TO;